O JACARÉ VAI A ESCOLA!!

O JACARÉ VAI A ESCOLA!!

SOBRE NÓS

O Instituto Jacaré

O Instituto Jacaré teve seu início a partir de mina dissertação de mestrado em 2006 pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Onde capturamos os jacarés no complexo lagunar de Jacarepaguá com objetivo de descrever a dieta dos jacarés e a contaminação por metas pesados (Hg). Os jacarés se comportaram como predadores oportunistas se aproveitando de toda e qualquer presa disponível no ambiente. A contaminação de Hg esta diretamente relacionada ao tipo de presa que o animal consome, por isso diferente de caimans maiores o jacaré de papo amarelo apresenta uma concentração relativamente questionável ao tipo de ambiente que se encontra no município do Rio de Janeiro.
Em 2008 dei continuidade aos estudos com caiman no município do Rio de Janeiro em minha tese de doutorado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Abordando estudos relacionados a Dinâmica Populacional da espécie em todo o complexo lagunar de Jacarepaguá. Hoje desenvolvemos nossos estudos e monitoramento em prol da conservação destes animais e de todo o seu ambiente.






O projeto atualmente conta com o apoio da ZOOTECH, do CSG (Crocodile Specialist Group/ IUCN) e da MTK.
Não temos financiamento no momento e por isso os trabalhos de pesquisa são mantidos através de cursos e eventos produzidos pelo Instituto Jacaré afim de arrecadar renda para o andamento das pesquisas.
Em Março de 2009 gravamos nosso primeiro documentário junto a NATIONAL GEOGRAPHIC CHANNEL no programa WILD NIGHT, focando a conservação de predadores noturnos no RJ.
Atualmente desenvolvemos estudos acadêmicos e técnicos para a Secretaria de Meio Ambiente e Estado do Rio de Janeiro, assim como demais estudos técnicos para a região sudeste com objetivo de levantar informações sobre o status de conservação do jacaré de papo amarelo.
Estamos em fase de desenvolvimento de artigos científicos e elaboração de relatórios pertinentes aos estudos realizados desde 2006 na região.



O Instituto Jacaré consta com alunos de graduação e biólogos colaboradores para as atividades de campo e redação dos trabalhos. Hoje a equipe desenvolve estudos relacionados a Distribuição dos jacarés e uso do hábitat, Dieta em ambientes urbanos (como complemento aos meus estudos de mestrado) e Estudos sócio ambiental objetivando o conhecimento da população urbana em relação a proximidade com os animais.




Todo o projeto começou financiado por mim mesmo (Ricardo Freitas Filho) utilizando minha bolsa de mestrado e depois a de doutorado, e hoje estamos trabalhando com cursos e eventos para manter o estudo na região. Temos como meta colaborar com o plano de manejo para a espécie que possa ser replicado para todas as áreas de ocorrência da espécie.


O Projeto hoje trabalha e se estrutura de acordo com E. O. Wilson (1994):

"Ame os animais acima de tudo, então, atente-se para as explicações gerais, e, com boa sorte, descobertas virão. Se estas não vierem, o amor e o prazer terão sido suficientes"

Agradecemos aos colaboradores pelo apoio e alunos pela participação, dedicação e amor ao que fazem. Especialmente aos alunos que se dedicam e se doam aos estudos com vontade e prazer, mesmo diante das dificuldades.